Possivel elevação dos juros básicos

Postado por Tharcisio Souza Santos em março 16, 2013

Parece claro que nos encontramos próximos a uma mudança na taxa básica de juros, como consequência do comportamento da inflação.

A leitura da Ata do COPOM, publicada nesta semana, bem como o teor das conversas e discussões entre Diretores do BACEN e técnicos do mercado parece indicar que o nível de juros neutros foi superado neste processo de queda e que seria necessário promover uma elevação da ordem de 1,25 a 1,5% para repor a taxa em uma posição adequada. Assim, pode-se prever uma elevação da SELIC para o patamar de 8,5 a 8,75% ao ano, se não na reunião de abril do COPOM, pelo menos na reunião subsequente.

A adoção de um patamar mais elevado estará dependendo do comportamento dos preços nas próximas semanas, agora que a desoneração dos produtos integrantes da cesta básica já está realizada.Se, por um lado, essa desoneração só pode merecer elogios, tendo em vista seu alcance social e o absurdo de financiar o Estado às custas do consumo de produtos essenciais, o que persiste, no entanto, é a sensação de que a desoneração é uma providência limitada, uma vez que terá de ser complementada pela introdução de um novo gravame ou pela aceleração da tributação sobre outro grupo de produtos e/ou serviços.

O que se faz urgente é atacar a questão tributária e fiscal de modo consistente, reduzindo o tamanho do Estado e, consequentemente, da carga tributária.

Arquivado em: Diversos

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.